Release

-

Fundada em 2003, a Carne Nua acaba de lançar seu mais novo álbum, o CD “ENTRE O SIM E O NÃO”, o terceiro de uma carreira de 14 anos.

Formada por Gleyson Fonseca (Vocais/violão), Daniel Canhas (Guitarra), Marco Coelho (Baixo) e David Maciel (Bateria e programações), a banda mineira de Belo Horizonte, além de suas canções de seus três trabalhos autorais, desfila em seu repertório, releituras de sucessos de grandes nomes da música nacional e internacional como Cássia Eller, Cazuza, Paralamas, Beatles, Stones, Kiss e muitos outros, com muita originalidade.

Com 14 anos de estrada a CARNE NUA tem mesmo o que comemorar, pois nestes anos de vida, já acumulou em sua galeria vários prêmios como:

* “BANDA REVELAÇÃO 2003” – (Prêmio Pró-Música Ano IX)
* “PRIMEIRO LUGAR NO FESTIVAL POP ROCK CAFE 2004”
* “MELHOR MÚSICA: Entre Nós” – (FESTGUSA-2005)
* “BANDA REVELAÇÃO 2006 – CATEGORIA ROCK” – (Primeiro Prêmio Mineiro da Música Independente).

HISTÓRIA

Em meados do ano de 2002 o vocalista e compositor Gleyson Fonseca reencontra um velho amigo, guitarrista, e o convida a formar uma banda de trabalho autoral nas bases do puro e velho ROCK’N ROLL. Daniel Canhas, o guitarrista, que com sua experiência vasta e com influências de JOE SATRIANI, JIMI HENDRIX, STEVE RAY VAUGHAN, ANGUS YOUNG, dentre outros, aceita o convite e então juntamente com Gleyson, que tem influências de BEATLES, STONES e bandas nacionais da década de 70, começa a arranjar músicas que o vocalista compusera.

Passado alguns meses, ambos já se apresentando em PUBs e BARES pela cidade, Gleyson convida Marcelo Álvares, ex-baterista da extinta e saudosa banda EASY RIDER, e na ocasião baterista da banda ELÉTRIKA, para assistir a uma de suas apresentações. Para surpresa de Marcelo, Gleyson havia feito uma versão de uma música sua e ao tocá-la no pub naquela noite com o guitarrista Daniel Canhas, o baterista pode ver e sentir a receptividade do público cantando em altíssimo coro o refrão de sua música. Música esta, que mais tarde se tornaria a canção de trabalho do primeiro CD da banda.

Não demorou a Marcelo juntar-se aos dois nessa nova empreitada, até porque, Marcelo e Gleyson já eram amigos de longa data, e em outras ocasiões já haviam trabalhado juntos. Marcelo chama então Marco Coelho (“Marcão”), baixista muito conhecido no cenário mineiro, e também ex-componente da banda ELÉTRIKA. Nascia então a CARNE NUA em Janeiro de 2003.

A banda grava seu primeiro CD, homônimo, em 2004, lança em 2005, e sai em turnê. O Baixista Marco Coelho deixa a banda em 2005 e em julho do mesmo ano assume a cozinha ao lado de Marcelo Álvares, o baixista Léo Quintão.

A banda lança em 2007 um DVD documentário comemorativo de 4 anos de estrada e grava seus primeiros 3 videoclipes. Em 2009 lança o seu segundo CD intitulado “Anamnese”.

No começo de 2011 Léo Quintão deixa a CARNE NUA e Marco Coelho volta pra banda assumindo o baixo novamente. Glayson Reis, que gravara as percussões nesse segundo álbum, agora se torna um componente oficial da banda. Carne Nua então torna-se um QUINTETO.

Em 2013 lança o EP de PRÉ-LAÇAMENTO das primeiras músicas do novo álbum. Em maio de 2016 é lançado o mais novo álbum.

Este é o TERCEIRO CD de estúdio com músicas inéditas, intitulado “Entre o sim e o não”.

Após as gravações do novo álbum, Marcelo Álvares deixa a banda dando lugar ao novo baterista, DAVID MACIEL.

“LIBERTEM-SE DA TIRANIA DA VIRTUDE E DELICIEM SEM PUDOR OS PRAZERES DA CARNE.” (Marquês de Sade).